Polícia Civil emite alerta sobre inúmeros golpes que são praticados diariamente no estado.

 
 
 
 

 

Em média, por dia, 55 vítimas de golpistas procuram a polícia no Rio Grande do Sul para o registro de ocorrência. Segundo dados divulgados pela Secretaria da Segurança Pública, no ano passado foram registrados aproximadamente 15 mil casos em que as vítimas caíram em algum tipo de golpe.

Um dos mais comuns é o do “Bilhete Premiado” que envolve promessa de recompensa e as pessoas idosas são os principais alvos. Na sequência se destacam os golpes do Falso Sequestro de Familiares, Carro Acidentado, Mensagem no Celular em que vítima recebe uma mensagem de texto que informa que ela ganhou um carro, uma casa ou algum outro bem e para retirar o prêmio, no entanto, precisa seguir uma série de instruções, que podem incluir o depósito de uma quantia ou fazer recargas em celulares e recentemente os casos de clonagem do WhatsApp e o Golpe dos Precatórios.

A principal orientação da Polícia Civil é de não acreditar em desconhecidos que lhe abordam na rua ou por telefone. Desconfie. Não faça depósitos bancários e nem recargas de celulares para quem você não conhece.

Se o contato for por telefone, questione a pessoa sem dar nomes de familiares e converse com outros parentes para se certificar sobre a possibilidade da história ser real.