Anúncio oficial - Grupo Cavalhada 44 confirma novo investimento em São Borja.

Prefeito Eduardo Bonotto com o vice Roque Feltrin, o secretário da saúde, José Luiz Machado e os diretores do grupo Cavalhada 44.
 
 
 
 

Nesta terça-feira (30/07), a direção do Posto Cavalhada 44 anunciou que fará mais um grande investimento em São Borja na área de abastecimento de combustível. O prefeito Eduardo Bonotto, o vice-prefeito Roque Feltrin e o secretário da saúde, José Luiz Machado, receberam a boa notícia do diretor-presidente do grupo empresarial Oberte Luft e do gerente Marcos Breffs. 

Vão ser implantados os serviços de uma grande Transportador-Revendedor-Retalhista (TRR), para atender à demanda regional de fornecimento de óleo diesel. O TRR é a empresa autorizada pela Agência Nacional do Petróleo (ANN) a adquirir em grande quantidade combustível a granel, óleo lubrificante acabado e graxa envasados para depois vender a retalhos. O TRR também é responsável pelo armazenamento, transporte, controle de qualidade e assistência técnica ao consumidor quando da comercialização de combustíveis.

O novo estabelecimento ficará localizado à margem da BR 285, no sentido São Borja-Santo Antônio das Missões, um quilômetro distante do trevo de convergência das BRs 285, 287 e 472. Uma área de quatro hectares já foi adquirida e recebeu serviço de terraplenagem, visando às futuras instalações.

Os representantes do Cavalhada ressaltaram a Bonoto e Feltrin que esse novo investimento em nada inviabiliza outros empreendimentos planejados para o município. Os empresários - que já mantêm posto de combustíveis à margem da BR 285 - reafirmaram também o compromisso de implantação de ampla infraestrutura de serviços logísticos na área da futura Plataforma Logística, próximo a Ponte da Integração. Nesse local serão instalados posto de combustíveis, área de depósito, embarque e desembarque de cargas, food-truck, hotel e restaurante. Em duas etapas, o investimento será de R$ 10 milhões.

Em relação ao TRR a ser ativado junto à BR 285, os executivos do Cavalhada comunicaram ao prefeito Eduardo Bonotto que ficará para São Borja toda a arrecadação de impostos relativa à comercialização de diesel. Explicaram que, hoje, o município tem outros três fornecedores, mas a receita dos tributos vai para as cidades de origem desses fornecedores.