Bonotto reitera pedido de retorno imediato do IGP para confecção de carteiras de identidade em São Borja

Prefeito Bonotto, presidente da câmara Jefferson Homrich e Ibrahim Mahmud, vice presidente da Fecomércio, com vice governador e secretário de segurança do estado, Ranolfo Viveira Junior.
 
 
 
 
 

 

Lideranças de São Borja apresentaram ao governo do Estado, na terça-feira (23/07), a solicitação de que, de forma urgente, sejam restabelecidos na cidade os serviços da unidade do IGP (instituto Geral de Perícia), que encaminha confecção de Carteiras de Identidade. O pedido foi feito pelo prefeito Eduardo Bonotto, pelo presidente da Câmara de Vereadores, Jefferson Homrich, e pelo presidente do Sindilojas, Ibrahim Mahmud. Os três estiveram reunidos com o vice-governador e secretário estadual de segurança, Ranolfo Vieira Júnior.

Em São Borja, o posto do IGP esteve instalado no prédio da antiga Caixa Econômica Estadual, na rua Cândido Falcão, mas em local de difícil acesso e sem condições adequadas de infraestrutura. A reivindicação é que a unidade de atendimento continue no mesmo prédio, mas seja instalada no primeiro andar, em local mais acessível. Já há alguns meses, o encaminhamento de uma RG, primeira ou segunda via, só é possível em outras cidades da região.

O grupo liderado pelo prefeito Bonotto em Porto Alegre também solicitou ao vice-governador que sejam melhoradas as condições de funcionamento dos serviços locais da Fundação Gaúcha do Trabalho e Serviço Nacional do Emprego. A FGTAS/SINE funciona no mesmo prédio da antiga Caixa Estadual, mas, a exemplo do IGP, precisa estar em local de fácil acesso e melhores condições operacionais.

Também esteve na pauta da audiência com Ranolfo Vieira Júnior outra reivindicação na área de segurança pública: a solicitação de que sejam ampliados os efetivos em atuação na Brigada Militar, Polícia Civil, Bombeiros e Susepe. A meta é que sejam designados mais policiais civis e militares para a cidade, assim como mais agentes para o Presídio Estadual.