São Borja quer credenciamento em âmbito estadual para produção agro familiar

    

Nos últimos anos, São Borja tem registrado expressivo aumento de novos empreendimentos de agricultura e da agroindústria familiar. No Sistema de Inspeção Municipal (SIM), já são 35 empreendimentos familiares habilitados e 12 agroindústrias. Isso permite vender a produção no território municipal, mas a meta, agora, é o credenciamento para a comercialização em âmbito estadual.

 

Para que isto ocorra, as unidades produtoras têm que realizar seu registro no SUSAF-RS (Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte). O secretário municipal da Agricultura e Meio Ambiente, Eugênio Dutra, informa que são necessários encaminhamentos tanto da Prefeitura quanto dos produtores. “Estamos buscando todas as orientações, de modo que o processo seja agilizado”, ressalta.

 

O secretário explica que, entre as exigências, a Administração Municipal precisa oferecer serviço de apoio à implementação do SUSAF, com função específica para a finalidade. Já os produtores e agroindústrias que pretendam vender seus produtos no Rio Grande do Sul precisam apresentar certificação habilitadora para cada item pretendido. Já está prevista uma reunião para mostrar os encaminhamentos necessários.

 

 

Rotina do SIM

A diretora do Serviço de Inspeção Municipal, médica-veterinária Tais Fiorin, informa que no período de 15 de julho a 15 de agosto foram realizadas pelo Departamento sete renovações no SIM (Serviço de Inspeção Municipal).

 

No mesmo período foram realizadas três visitas de instrução para liberação do SIM. Além disso, a unidade de serviços mantém sua rotina de expedição de GTAs (Guias de Trânsito de Animais) e ainda de liberação de autorizações a abatedouros.